Bom trabalho realizado em Itatiba garante extinção das áreas de alto risco

Os investimentos em infraestrutura feitos pela Prefeitura vêm garantindo mais qualidade de vida para a população, principalmente para aqueles que mais precisam. Prova disso é que a atual administração conseguiu extinguir as áreas de risco alto e muito alto em Itatiba. “Um dos primeiros desafios que tivemos, logo no início da administração em 2009, foi socorrer as vítimas de inundação às margens do Rio Atibaia. Tivemos famílias desabrigadas e muito sofrimento. Construímos o muro de contenção no Ribeirão Jacaré e outras melhorias e hoje as pessoas quase não lembram dos problemas que aconteciam naquela região”, comenta o Prefeito João Fattori.

A boa notícia veio como resultado do mapeamento feito pelo IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) das áreas de risco de deslizamento e inundação realizado na Região Metropolitana de Campinas (RMC). De acordo com o estudo, o Bairro da Ponte que antes estava classificado como área de alto risco, hoje é considerado como área de risco médio. Uma obra da Prefeitura foi diretamente responsável por essa melhoria: o aterro na rua Afonso Rossi, que em caso de enchentes evita que casas e empresas sejam afetadas. As obras realizadas nas margens do Ribeirão Jacaré, onde foi executado um muro de contenção de pedras; a troca da adutora na entrada do Novo Cruzeiro, assim como a limpeza de galerias e bocas de lobo são todas ações preventivas que a Prefeitura executou.

O San Francisco e o Jardim das Nações, antes consideradas áreas de risco alto, com a ocupação quase que total dos loteamentos, tiveram o risco de deslizamento reduzido para médio. Bairros como Colina II e Terra Nova também são áreas com risco médio de deslizamento devido a cortes de taludes feitos por proprietários sem acompanhamento técnico ou o corte é feito e demora a fazer o muro de contenção trazendo riscos de deslizamentos. A tendência é de que estes pontos com risco de deslizamento diminuam por conta de obras executadas pela Prefeitura e pelo trabalho em conjunto de várias Secretarias, principalmente em relação à orientação e fiscalização de projetos.

Cidade Resiliente

É importante lembrar que Itatiba faz parte do seleto grupo das Cidades Resilientes e os resultados apontados pelo IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) estão em acordo com o compromisso assumido pelo Prefeito João Fattori de diminuir os riscos e dar uma qualidade de vida melhor para o município. Uma cidade resiliente é aquela que tem a capacidade de resistir, absorver e se recuperar de forma eficiente dos efeitos de um desastre e de maneira organizada prevenir que vidas e bens sejam perdidos. Ser uma cidade resiliente requer uma união de esforços entre governos locais e a sociedade civil. O objetivo é aumentar o grau de consciência e compromisso em torno das práticas de desenvolvimento sustentável, como forma de diminuir as vulnerabilidades e propiciar o bem estar e segurança dos cidadãos.

A.C.P.M.I

Comentários

Recentes

É rejeitado projeto sobre divulgação de alvarás... Nesta quarta (13), na 33ª Sessão Ordinária da Câma...
Defesa pede liberdade para os irmãos Wesley e Joes... Por: Décio Trujilo   A defesa dos empresá...
Grendacc ganha RaiosX Portátil que tornará atendim... O Grendacc (Grupo em Defesa da Criança com Câncer)...
Com experiência cervejeira e shows sertanejos, Car... O Jaguariúna Rodeo Festival chega à 29ª edição nes...

Populares

Obras contra enchentes alteram trânsito próximo ao... Com o objetivo de aumentar a vazão das águas do Ri...
Vacinação contra meningite C e HPV começa dia 11... A partir do dia 11 de setembro começa em todo o pa...
Confira a programação da Semana da Pátria 2017 A Prefeitura de Itatiba, por meio da Secretaria da...
Naufrágio em Salvador deixa ao menos 22 mortos; go... O 2° Distrito Naval de Salvador, na Bahia, confirm...
Com experiência cervejeira e shows sertanejos, Car... O Jaguariúna Rodeo Festival chega à 29ª edição nes...
CLOSE
CLOSE