Campanha de vacinação contra gripe termina na sexta-feira

 

Esta é a última semana da campanha de vacinação contra a gripe, a vacina está disponível nos postos de saúde a próxima sexta-feira (26) para o público-alvo da campanha. Um balanço do Ministério da Saúde, mostra que somente 28,7 milhões de pessoas foram vacinadas, apenas 53% do público-alvo.

De acordo com o ministério, é fundamental que as pessoas se vacinem neste momento para estarem protegidas durante o inverno, quando os diversos vírus da influenza começam a circular com maior intensidade. A vacina demora cerca de 15 dias para fazer efeito após aplicada.

A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). O público-alvo é formado por 54,2 milhões de pessoas consideradas mais vulneráveis para complicações da doença. A meta do governo é vacinar 90% desse grupo até o dia 26 de maio.

Desde o dia 17 de abril, a dose está disponível nos postos de vacinação para crianças de 6 meses a menores de 5 anos, pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas com doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais, além de professores da rede pública e particular.

Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e com deficiências específicas devem apresentar prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) devem se dirigir aos postos em que estão registrados para receber a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

À população em geral, o Ministério da Saúde orienta a adoção de cuidados simples para evitar a doença, como: lavar as mãos várias vezes ao dia; cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar; evitar tocar o rosto; não compartilhar objetos de uso pessoal; além de evitar locais com aglomeração de pessoas.

Mesmo as pessoas vacinadas devem procurar o médico ao apresentar os sintomas da gripe: febre, tosse ou dor na garganta, além de outros, como dor de cabeça, dor muscular e nas articulações. O agravamento do quadro de gripe pode ser identificado por falta de ar, febre por mais de três dias, piora de sintomas gastrointestinais, dor muscular intensa e prostração.

Por:Andreia Verdélio / Agência Brasil

Sócio-proprietário do site e página Itatiba News e fotógrafo. Natural de Itatiba. Atua também na área de transportes executivos.
Comentários

Cleber Quintino

Sócio-proprietário do site e página Itatiba News e fotógrafo. Natural de Itatiba. Atua também na área de transportes executivos.

Recentes

Gasolina pode ficar até R$ 0,41 mais cara na bomba... BRASÍLIA - Com a decisão do governo de aumentar o ...
VOCÊ SABE O QUE É DISCALCULIA? por Adriana Ferreira  O DISTURBIO DAS OPE...
Prefeitura realiza trabalhos de campo no combate a... Seguindo a programação das ações de combate a deng...
Ministro Edson Fachin manda soltar ex-deputado Rod... Ex-assessor de Temer foi flagrado recebendo R$ 500...

Populares

Pedágios da região têm reajuste a partir deste sáb... Segundo a Artesp, nos últimos seis anos a receita ...
Novo ataque de ransomware começa a infectar comput... Um novo ataque de ransomware está infectando compu...
VOCÊ SABE O QUE É DISCALCULIA? por Adriana Ferreira  O DISTURBIO DAS OPE...
Rock Brasil em Itatiba Com 13 anos de história e após 7 anos longe da cid...
Temer é o primeiro presidente a responder por crim... O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de...
CLOSE
CLOSE