Foi tratado como ladrão’ diz esposa de policial baleado durante blitz da PM em Itatiba

Soldado foi atingido na perna durante abordagem.
Polícias Civil e Militar investigam o caso.

A família do policial rodoviário que foi atingido na perna durante patrulhamento da Polícia Militar em Itatiba (SP), na noite de segunda-feira (15), contestou a versão registrada no boletim de ocorrência. No documento consta que o soldado Cléster Batista Mathias de Oliveira furou o bloqueio da PM, foi perseguido e desceu do carro apontando a arma para os policiais. Na versão da esposa da vítima, que também estava no carro com a filha do casal, a viatura estava com as luzes apagadas quando a abordagem foi feita. “Estávamos indo para a casa da minha mãe e um carro totalmente apagado atrás. Ele achou que era ladrão, em nenhum momento achou que era polícia, porque o carro ficou seguindo e parou atrás quando a gente parou. Por isso ele desceu com a arma em punho”, afirma Érica Mathias de Oliveira.

O carro particular do soldado, Cléster Batista Mathias de Oliveira, que trabalha no batalhão rodoviário, ficou com marcas de tiros na porta e também na tampa traseira.

Na versão do Comando do Batalhão, o oficial trabalhava com as luzes de sinalização acessas. “Ele deu sinal para o veículo parar e ele não parou e entrou na contramão. Logo em seguida o motorista desceu armado e os PMs não tiveram outra opção a não ser atirar”, explica o capitão Roberto Borges.

Érica ainda também reclama da forma com que o marido foi tratado durante a busca ao pronto-atendimento. “Eu achei que foi desumano, não colocaram no banco de trás. Meu marido foi tratado como ladrão. Ele foi no camburão, onde muitos ladrões vão”, desabafa.

Depois dos tiros, a estrada ficou fechada por meia hora para que os peritos pudessem trabalhar. Três armas foram apreendidas: a do soldado do batalhão rodoviário, a do tenente e de outro PM que estavam no carro da policia. As Polícias Civil e Militar abriram um inquérito e devem ouvir testemunhas e analisar os laudos da perícia.

A reportagem da TV TEM questionou o Comando da Polícia Militar de São Paulo sobre como foi feita a abordagem e sobre o tratamento que foi dado ao policial ferido, mas não teve retorno.

Fonte: G1

Link: http://g1.globo.com/sao-paulo/sorocaba-jundiai/noticia/2014/12/foi-tratado-como-ladrao-diz-esposa-de-policial-baleado-durante-blitz-da-pm.html

Técnico em Informática, Bacharel em Ciência da Computação. Natural de Itatiba/SP.

Email: brunomezzalira@itatibanews.com

Comentários

Bruno Mezzalira

Técnico em Informática, Bacharel em Ciência da Computação. Natural de Itatiba/SP. Email: brunomezzalira@itatibanews.com

Recentes

É rejeitado projeto sobre divulgação de alvarás... Nesta quarta (13), na 33ª Sessão Ordinária da Câma...
Defesa pede liberdade para os irmãos Wesley e Joes... Por: Décio Trujilo   A defesa dos empresá...
Grendacc ganha RaiosX Portátil que tornará atendim... O Grendacc (Grupo em Defesa da Criança com Câncer)...
Com experiência cervejeira e shows sertanejos, Car... O Jaguariúna Rodeo Festival chega à 29ª edição nes...

Populares

Obras contra enchentes alteram trânsito próximo ao... Com o objetivo de aumentar a vazão das águas do Ri...
Vacinação contra meningite C e HPV começa dia 11... A partir do dia 11 de setembro começa em todo o pa...
Confira a programação da Semana da Pátria 2017 A Prefeitura de Itatiba, por meio da Secretaria da...
Com experiência cervejeira e shows sertanejos, Car... O Jaguariúna Rodeo Festival chega à 29ª edição nes...
Confira as atrações gratuitas de Itatiba em setemb... A Secretaria de Cultura e Turismo da Prefeitura de...
CLOSE
CLOSE